INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 24/01/2022

Infraestrutura em Destaque

24/01/2022

João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com

Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com

Destaques do Dia CCR amplia concessão do aeroporto de Pampulha por mais 30 anos: O contrato de concessão dos serviços públicos de exploração, ampliação e manutenção do Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, o aeroporto da Pampulha, foi celebrado pela CCR na sexta-feira (21) pelo prazo de concessão de 30 anos, por sua controlada Concessionária do Aeroporto da Pampulha, e o estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra). A companhia estima investimento de R$ 200,9 milhões no projeto, sendo R$ 166,9 milhões em capex e R$ 34 milhões em pagamento de outorga, além de 117 milhões e 281 milhões de passageiros transportados em 2022 e 2025. A CCR também estima que a concessão gere receita bruta de R$ 14,7 milhões em 2022, considerando o primeiro ano da concessão e início da operação em junho deste ano e exclui a receita de construção. Em 2025, a receita bruta estimada é de R$ 51 milhões. O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) e margens ebitda esperados para os mesmo períodos são de R$ 700 mil e 5,2% em 2022 e R$ 22,5 milhões e 46,4% em 2025. (Monitor do Mercado) Publicada a concessão do Rodoanel Mário Covas, trecho Norte: Após oito anos de atraso, a autorização para licitação do trecho Norte do Rodoanel Mário Covas (SP-021), que devia ser entregue em 2014, foi publicada neste sábado (22) no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOU). O trecho Norte do Rodoanel tem 44 km de extensão, cortado pelos municípios de São Paulo, Arujá e Guarulhos. O investimento necessário para a conclusão do trecho, segundo o governo paulista, é de R$ 2,6 bilhões no Capex (despesas para concluir a obra) e de R$ 1,5 bilhão de Opex (despesas de operação do trecho pedagiado). De acordo com o edital, o trecho será concedido por 31 anos à iniciativa privada, com previsão de investimentos em R$ 3 bilhões nas cidades de São Paulo, Guarulhos e Arujá. Ainda de acordo com o documento do edital, a concessão, por meio de parceria, terá aporte de investimentos e definirá o valor da tarifa de pedágio, que poderá ser cobrada do usuário. O concessionário também poderá obter investimentos de outras formas, como publicidade e serviços. As obras englobarão os trechos nos km 172 a 000 e 129 a 106, em estágio de construção. Segundo o governo paulista, o critério de julgamento das propostas será o de menor contraprestação a ser paga pelo poder concedente à concessionária e o governo exigirá garantias de que a construtora ou consórcio conseguirá acabar a obra. Em dezembro de 2021, foi divulgado o modelo da concessão, que permitirá que quem concluir a obra poderá explora o espaço por meio de pedágio. (Estradas)

Outras notícias

  • A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) adiou mais uma vez o leilão da rodovia BR-381/262/MG/ES, de 7 de fevereiro para 25 de fevereiro. A decisão visa atender a solicitação das empresas que demonstraram interesse em participar do certame, concedendo pelo menos 60 dias para reformulação de propostas a partir das adequações do edital. (O Popular)

Painel Infra Mensal

Painel Infra Mensal

Painel Semanal

Painel Apple


Painel Google


Copyright © Vallya 2022, Todos os direitos reservados.


Posts recentes

Ver tudo

Infraestrutura em Destaque 07/12/2022 Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Destaques do Dia Leilão para revitalização do Cais Mauá s

Infraestrutura em Destaque 06/12/2022 Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Destaques do Dia Concessão da MS-112 e de trechos da BR-1

Infraestrutura em Destaque 05/12/2022 Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Destaques do Dia Leilões de Energia Existente A-1 e A-2