INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 12/04/2021

João Pedro Boskovic Cortez | joao.cortez@vallya.com

Alexandre Groszmann | alexandre.gros@vallya.com

Destaques do Dia Comércio exterior registra forte alta em março: as exportações somaram US$ 24,505 bilhões, com crescimento de 27,8% pela média diária em relação ao mesmo mês do ano passado. As importações atingiram US$ 23,023 bilhões, com alta de 51,7% na mesma comparação. A diferença entre as exportações e importações gerou US$ 1,482 bilhão em superávit na balança comercial – o menor resultado para o mês de março em 6 anos. No mês passado, as exportações da agropecuária cresceram 34,5% na comparação com março de 2020, puxada pelo início da safra de alguns produtos, como milho e café, e pela alta de 11,5% do preço internacional das commodities. As maiores altas foram observadas nas vendas de algodão bruto (+59,5%), soja (+36,9%) e café não torrado (+24,9%). As exportações da indústria extrativa também tiveram forte resultado, embaladas pela alta de 58,4% na cotação de vários minérios. As vendas aumentaram 72,6% em relação a março do ano passado. Os destaques foram o minério de cobre (+267,7%) e de ferro (+152,7%). Em relação às importações, a entrada no país de plataformas de petróleo foi um fator relevante no mês. Outros destaques nas importações foram o aumento nas compras de gás natural (+229,8%), de medicamentos e produtos farmacêuticos (+52,9%) e soja (+215%) – a desvalorização do real contribuiu para o aumento do valor importado nesses produtos. (Agência Brasil) Índice ABCR de março/21 traz comparações importantes com o início da pandemia: a atualização do índice ABCR de março confirma o que temos observado nas avaliações do Painel Semanal (CCR e Eco) e reforça nossa percepção de que o setor, mesmo com as incertezas geradas pela segunda onda de contágio, deverá demonstrar resiliência e está a caminho de superar a crise em 2021. A movimentação de veículos leves está praticamente igual ao mês de março de 2020 (+ 0,09%) enquanto a movimentação de veículos pesados está em patamar superior, registrando alta de + 11,56%. Em termos agregados, a movimentação de veículos nas rodovias está 3,59% acima do que a constatada em março de 2020. São indicadores positivos que apontam para resiliência da economia considerando o crescimento da movimentação de carga, mesmo com os riscos inerentes a segunda onda de contágio. Ministério da Infraestrutura projeta mais R$ 84 bilhões em investimentos ainda em 2021: após os leilões realizados no Infra Week, que captaram R$ 10 bilhões em investimentos e R$ 3,5 bilhões em outorgas, o Ministério da Infraestrutura projeta outros 22 leilões e mais R$ 84 bilhões em investimentos ainda em 2021. O setor de rodovias desponta como protagonista nos leilões federais que ainda devem ser realizados este ano. O próximo empreendimento concedido à iniciativa privada será a BR-153/080/414/GO/TO, com leilão agendado para o dia 29 deste mês, novamente na B3, em São Paulo. Um trecho de mais de 850 quilômetros, entre Anápolis (GO) e Aliança do Tocantins (TO), que receberá um aporte de mais de R$ 8 bilhões de investimentos em um contrato de 35 anos. Outra rodovia já com leilão marcado – 8 de julho – é a BR-163/230/MT/PA, com mais R$ 2 bilhões de investimentos. Ainda em rodovias, devem ocorrer três importantes concessões ao longo do ano: o da Dutra (BR-116/101/SP/RJ), com R$ 14 bilhões de investimentos projetados, o da BR-381/262/MG/ES, com mais R$ 7,2 bi, e o das Rodovias Integradas do Paraná, com mais R$ 42 bilhões. A meta da pasta é chegar ao fim de 2022 com R$ 260 bilhões em investimentos garantidos. (Governo Federal) ATM quer revisão do edital da BR-153 e não descarta judicializar projeto: a Associação Tocantinense de Municípios (ATM) manifestou-se contrária aos prazos e termos estabelecidos no edital de concessão da BR-153, entre Anápolis (GO) e Aliança do Tocantins (TO). O leilão está agendado para o dia 29 de abril. A insatisfação do movimento municipalista no Tocantins em relação ao projeto reside no fato de que 75% do trecho da BR 153 do Tocantins (173,93 km) a ser repassado à iniciativa privada só terá pista duplicada a partir do vigésimo ano do contrato. Em Goiás, por outro lado, quase 70% da pista será duplicada em até dez anos. O foco em trechos urbanos nos primeiros anos de contrato, em detrimento dos trechos não-urbanos, também causa insatisfação, dado que a Associação entende que as melhorias em trechos não-urbanos gerariam maior redução nos índices de acidente e fatalidade. A ATM também entende que o Edital apresenta números mais acentuados de implantação de dispositivos e equipamentos rodoviários (passarelas, pontos de parada, rotatórias, entre outros) em Goiás, quando comparado ao Tocantins. “Pelo projeto apresentado, a duplicação não chegará tão cedo ao Tocantins, ao contrário do pedágio, que será quase que imediato quando a iniciativa privada assumir e implementar os postos de cobrança. Vamos [...] unir esforços pela interrupção e revisão do projeto” disse o presidente da ATM, Diogo Borges (DEM), prefeito de Talismã. (O Jornal) BDMG lança edital de 300 milhões para financiar a infraestrutura em municípios mineiros: o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) vai liberar R$ 300 milhões em linhas de crédito para financiar investimentos em infraestrutura e melhorias urbanas nas cidades mineiras – o valor de 2021 é 50% maior do que o edital lançado no ano anterior. O edital prevê quatro linhas de crédito: i) BDMG Maq., destinada à aquisição de máquinas e equipamentos; ii) BDMG Urbaniza, para obras de infraestrutura; BDMG Saneamento, que financiará estudos para obras de saneamento básico; e iv) BDMG Cidades Sustentáveis, que financiará (além de reformas em prédios públicos) a instalação de lâmpadas LED, sistemas de monitoramento por câmaras e a adoção de energias renováveis. As taxas de juros variam entre 0,41% e 0,53% ao mês, acrescidos da taxa Selic. Para cidades com IDH abaixo da média estadual, as tacas são menores, de 0,33% a 0,45% ao mês, mais a Selic. Os prazos de pagamento variam entre 60 e 90 meses. (Viçosa Urgente)


Outras notícias

  • Três multinacionais, incluindo a Petrobras, anunciaram a instalação de uma plataforma no pré-sal da Bacia de Campos, que terá gasodutos interligados ao Terminal Cabiúnas, em Macaé. O investimento no pré-sal da Bacia de Campos será feito pela Equinor em conjunto com a Petrobras e a Repsol Sinopec Brasil, consórcio do bloco BM-C-33, a 200 quilômetros da costa norte fluminense. “Tudo isso confirma as previsões e os estudos da Firjan, no sentido de que o Marco Legal do Gás poderá ressignificar o Norte Fluminense. Temos petróleo, gás e um grande potencial em energia eólica e solar, capazes de consolidar a região como um grande polo de energia do estado e do país”, disse o presidente da Firjan Norte Fluminense, Francisco Roberto de Siqueira. (G1)

  • O Aeroporto Internacional das Cataratas em Foz do Iguaçu (PR) passa a ter a maior pista de pousos e decolagens da região Sul. Com um investimento de R$ 53,9 milhões realizado pela Itaipu Binacional (80%) e Infraero (20%) o aeroportos recebeu obras de ampliação da pista, que agora passa a ter 2.795 metros de comprimento. O Aeroporto Internacional Cataratas foi um dos quatro terminais aéreos paranaenses que integraram o Bloco Sul, que foi arrematado por R$ 2,128 bilhões, um ágio de 1.534% da proposta mínima. (Jornal Integração)

  • Quatro empresas foram habilitadas no Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) para concessão do Aeroporto Regional Sul de Jaguariúna (SC). As empresas habilitadas terão 120 dias para elaborar e apresentar os estudos de viabilidade técnica, econômico-financeira, jurídica e ambiental. A expectativa do Governo de Santa Catarina é de que, após a elaboração das minutas do edital e do contrato, a fase de consulta/audiência pública possa ser realizada em janeiro de 2022. A versão final do edital deverá ser publicada em julho de 2022, após análise do TCE-SC. (4Oito)

Painel Infra Mensal




Painel Infra Semanal




Painel Apple




Painel Google




Referências

  • Leilão de cinco terminais portuários prevê investimentos de R$ 612 milhões (aquiacontece.com.br)

  • Governo federal garante R$ 6,1 bilhões em investimentos com concessões de aeroportos (sitebarra.com.br)

  • Ágio na concessão de aeroporto é termômetro para pedágios (jornale.com.br)

  • Governo de Minas e BDMG lançam edital de R$ 300 mi para financiamento aos municípios mineiros (vicosaurgente.com.br)

  • Semana de leilões termina com R$ 10 bi em investimentos contratados e R$ 3,5 bi em outorgas (portosenavios.com.br)

  • ATM engrossa o coro pela revisão do Edital de Concessão da exploração da BR 153 (atitudeto.com.br)

  • Portos amazônicos vão desbancar os do restante do País no transporte de grãos - Economia (economia.estadao.com.br)

  • Ágio na concessão de aeroporto é termômetro para redução de pedágios, diz deputado (opresente.com.br)

  • Investimentos em ferrovias brasileiras chegam a R$ 31 bilhões (portalportuario.cl)

  • Infra Week termina com concessão de 28 ativos (gov.br)

  • Audiências da PPP do Aeroporto de Parnaíba acontecem próxima semana (viagora.com.br)

  • Após Infra Week, MInfra projeta mais R$ 84 bilhões em investimentos ainda em 2021 (gov.br)

  • Nova Lei do Gás atrai investimentos para o Norte Fluminense (g1.globo.com)

  • Prefeitura de Jaguariúna adota PPPs para gerar economia e aumentar eficiência na administração (gazetaregional.com.br)

  • CMPC Celulose arremata concessão de um dos terminais do porto de pelotas em leilão (revistafatorbrasil.com.br)

  • Governo arrecada R$ 216 milhões em último dia de leilões de infraestrutura (180graus.com)

  • O crescimento da geração renovável no Piauí (politica.estadao.com.br)

  • Brasil concede 28 ativos de infraestrutura à iniciativa privada (noticiasaominuto.com)

  • Empresa de celulose arremata concessão de terminal do Porto de Pelotas (cliccamaqua.com.br)

  • Áreas portuárias do MA e RS são leiloadas por R$ 216 milhões (agenciabrasil.ebc.com.br)

  • União arrecada R$ 216 milhões em último dia de leilões (opopular.com.br)

  • Mais de R$ 200 milhões são arrecadados em último dia de leilões de infraestrutura (amazonas1.com.br)

  • Apelidado de Thor, ministro Tarcísio é celebrado por investidores nacionais (moneytimes.com.br)

  • INFRA WEEK: MInfra projeta mais R$ 84 bilhões de aportes em 2021 (ultimoinstante.com.br)

  • Com leilão de terminais, Infra Week garante R$ 10 bilhões em (investimentos gov.br)

  • Infra Week: Santos Brasil leva 3 de 5 áreas de Portos (tvterraviva.band.uol.com.br)

  • Governo arrecada R$ 216 milhões no último dia de leilões de infraestrutura (economia.ig.com.br) Terminais portuários são leiloados por R$ 216 milhões (bandnewsfm.band.uol.com.br)

  • Audiências da PPP do Aeroporto de Parnaíba acontecem na próxima semana (gp1.com.br)

  • Leilão gera R$ 216 mi de outorgas em R$ 600 mi em investimentos (bahia.ba)

  • Governo finaliza com sucesso semana de leilões de infraestrutura (istoe.com.br)

  • Audiência debaterá plano de concessão do aeroporto Santos Dumont (RJ) (camara.leg.br)

  • ‘Os leilões são uma demonstração de confiança do setor privado com o Brasil’, diz Tarcísio de Freitas (jovempan.com.br)

  • Santos Brasil leva 3 de 5 áreas de portos; leilão rende R$216 mi em outorgas (terra.com.br)

  • 28 ativos leiloados, R$ 10 bi em investimentos: veja o saldo final da “Infra Week” do governo (gazetadopovo.com.br)

  • Áreas do Porto do Itaqui, no MA, são leiloadas por mais de R$ 216 milhões (g1.globo.com)

  • Semana de leilões termina com R$ 10 bi em investimentos contratados e R$ 3,5 bi em outorgas (oglobo.globo.com)

  • Infra week: Após leiloar portos, Governo chega a R$ 10 bi em investimentos (veja.abril.com.br)

  • Quatro empresas farão os estudos para a concessão do Aeroporto de Jaguaruna (4oito.com.br)

  • Governo arrecada R$ 216,3 milhões com arrendamento de terminais portuários (poder360.com.br)

  • Governo arrecada R$ 216,3 milhões com concessão de terminais portuários (g1.globo.com)

  • Governo arrecada mais R$ 216 milhões com licitação de áreas portuárias (msn.com)

  • ATM engrossa o coro pela revisão do Edital de Concessão de exploração da BR 153 (ojornal.net)

  • Beto Carrero cobra pista em Navegantes: "Concessão, sim. Sem pista nova, não" (nsctotal.com.br)

  • ATM questiona prazo de 20 anos para duplicação da BR-153 e ameaça recorrer à justiça (afnoticias.com.br)

  • Com investimento da Itaipu, Aeroporto de Foz ganha maior pista de pouso do sul do país (jornalintegracao.com)

  • Prefeitura tenta derrubar contrato de Parceria Público Privada com Decretos (ndmais.com.br)

  • Semana de leilões termina com R$ 10 bi em investimentos contratados e R$ 3,5 bi em (outorgasoglobo.globo.com)

  • Liminar anula decretos que suspendem PPP da Iluminação Pública em Içara (sulnoticias.com)

  • Justiça determina que contrato de PPP da iluminação pública seja efetivado em Içara (sulnoticias.com)

  • Consórcio ABC pede esclarecimentos ao Estado sobre concessão do BRT e linhas da EMTU (dgabc.com.br)

  • Audiências da PPP do Aeroporto de Parnaíba serão realizadas na próxima semana (pelomundodf.com.br)

  • Edital do leilão do 5G entra na mira de técnicos do TCU (terra.com.br)


Copyright © Vallya 2021, Todos os direitos reservados.

Posts recentes

Ver tudo

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 22/04/2021

João Pedro Boskovic Cortez | joao.cortez@vallya.com Alexandre Groszmann | alexandre.gros@vallya.com Destaques do Dia STJ exclui aeroporto de Manaus da 6ª rodada de concessões aeroportuárias: o presid

INFRAESTRUTURA EM DESTQUE - 20/04/2021

João Pedro Boskovic Cortez | joao.cortez@vallya.com Alexandre Groszmann | alexandre.gros@vallya.com Destaques do Dia Reformulação do Painel Semanal permite mais comparações temporais: reformulamos o

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 19/04/2021

João Pedro Boskovic Cortez | joao.cortez@vallya.com Alexandre Groszmann | alexandre.gros@vallya.com Destaques do Dia MPF vai apurar se há irregularidade na concessão da BR-153: após a bancada federal