INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 10/11/2022

Infraestrutura em Destaque

10/11/2022

Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com

João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com

Destaques do Dia Consórcio Way Brasil é o vencedor do leilão de rodovias do Mato Grosso do Sul: Hoje (10), o governo do Mato Grosso do Sul realizou o leilão de concessão de um novo lote de rodovias, formado pela rodovia estadual MS-112 e pelas rodovias federais BR-158 e BR-436, que juntas somam mais de 412 km em rodovias. A proponente vencedora do leilão foi Consórcio Way Brasil, que é composto pela Áries, pertencente à GLP, e pelas empresas de construção Torc, Senpar, TCL e Bandeirantes. O consórcio arrematou o lote de rodovias com a oferta de R$ 150 milhões, o maior valor de outorga do leilão. Houve a participação de outras duas proponentes: (i) MonteRodovias, com a proposta de outorga de R$ 51 milhões e, (ii) Stratura Asfaltos, com o lance de R$ 74 milhões. Estão previstos investimentos de R$ 1,86 bilhão em obras de infraestrutura, além dos gastos operacionais estimados em R$ 1,6 bilhão, durante os 30 anos do contrato. A expectativa é que seis praças de pedágio sejam inseridas no lote de rodovias, onde cinco praças terão tarifa igual a R$ 12,31, a uma praça terá o valor de R$ 4 e ficará na região de maior movimento. O sistema rodoviário assume papel relevante no escoamento do agronegócio, em especial, para a indústria de celulose. Entre as principais intervenções programadas está a construção de 370 km de acostamentos que são escassos na maior parte dos trechos. (Valor Econômico) Governo de Minas Gerais assina contrato de concessão para o manejo de Resíduos Sólidos Urbanos: No início da semana (07), o Governo de Minas Gerais, representado Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Semad), assinou o primeiro contrato de concessão para gestão regionalizada de Resíduos Sólidos Urbanos do Brasil. O contrato estima o investimento de R$ 1,2 bilhão, durante os próximos 30 anos, em oito municípios do Triângulo Mineiro que integram o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Regional do Vale do Rio Grande. A expectativa é que a iniciativa beneficie pelo menos 430 mil pessoas, que habitam a região. O projeto foi elaborado com os recursos do Fundo de Estruturação de Parcerias Público-Privadas (FEP), da Caixa Econômica Federal, considerando as especificações definidas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). O Consórcio S, formado pelas empresas Soma Ambiental e Seleta Tecnologia Ambiental, ofereceu a menor tarifa para o usuário, consagrando-se como o vencedor do processo licitatório em abril deste ano. Deverá iniciar as operações em fevereiro do próximo ano. Segundo o projeto, a concessionária deverá investir cerca de R$ 164,7 milhões na implantação de empreendimentos na região do Convale (MG) e, assumirá os custos de operação e manutenção de R$ 944 milhões do equipamento pelos próximos 30 anos do contrato. (Correio do Sul) Indicadores apontam aumento do consumo de energia elétrica em setembro de 2022:De acordo com os dados da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), o uso de energia elétrica em setembro de 2022, em comparação com o mesmo período do ano anterior, apresentou aumento de +0,97%. As maiores altas foram observadas nos seguintes segmentos: Industrial (+3,74%) e Comercial (+1,57%). Por outro lado, foi observada a redução de atividade nos setores: Outros (-2,39%) e Residencial (-0,81%). Já em relação ao mesmo período de 2020, apresentou aumento no total de +4,55%, com a maior alta no consumo Comercial (+10,89%), seguido pelo consumo Industrial (+5,51%), Residencial (+2,17%) e Outros (+0,50%).

Outras notícias

  • Hoje (10), a 13ª Vara Federal em Brasília (DF) recebeu o pedido liminar Aeroporto Internacional Tom Jobim, mais conhecido como Galeão, localizado no Rio de Janeiro (RJ), para que o termo aditivo, que permitirá a continuidade do processo de devolução do aeroporto, seja assinado respeitando o contrato vigente pactuado com a ANAC, assinado em dezembro de 2017. Para a concessionária RIOGaleão, há insegurança jurídica em relação aos contratos no país, bem como à futura concessão conjunta dos terminais aeroportuários Galeão e Santos Dumont. (O Globo)

  • Ontem (09), a Prefeitura Municipal de Marília (SP) publicou no Diário Oficial do Município, a abertura de processo de licitação para a construção de um novo centro de saúde na cidade. A razão para a expansão é o aumento populacional, que pressionou o Sistema Único de Saúde (SUS), assim, tornou-se imprescindível a construção de uma nova unidade de saúde. Estima-se que a obra custe aproximadamente R$ 1,1 milhão, que deverá ser construída em até 300 dias após o início dos serviços. A abertura dos envelopes com as propostas está marcada para o dia 24 deste mês. (Notícia Marília)

Painel Infra Mensal

Painel Infra Mensal

Copyright © Vallya 2022, Todos os direitos reservados.

Posts recentes

Ver tudo

Infraestrutura em Destaque 08/12/2022 Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Destaques do Dia Câmara dos Deputados vota em projeto de

Infraestrutura em Destaque 07/12/2022 Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Destaques do Dia Leilão para revitalização do Cais Mauá s

Infraestrutura em Destaque 06/12/2022 Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Destaques do Dia Concessão da MS-112 e de trechos da BR-1