INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 05/02/2021

João Pedro Boskovic Cortez | joao.cortez@vallya.com

Alexandre Groszmann | alexandre.gros@vallya.com

Destaques do Dia Comércio Exterior registra expansão no mês de janeiro: os dados do MDIC apontam para expansão de 6,55% do comércio exterior no mês de janeiro, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Houve incremento tanto em exportações (5,57%) e importações (10,30%) nesta base de comparação. Os dados do MDIC servem como importante indicador antecedente para o transporte de cargas nos modais rodoviário, ferroviário, aquaviário e aeroviário, analisados nos painéis mensal e semanal. O transporte de cargas (com a exceção do modal aeroviário, duramente impactado pela Covid-19) tem registrado expansão contínua ao longo dos últimos meses. Com base nos resultados do comércio exterior em janeiro esperamos que o transporte de cargas continuará em trajetória de expansão ao menos no curto prazo. Projeto de desestatização da Codesa passa por audiência pública: o secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários Diogo Piloni, e o diretor-geral da Antaq Eduardo Nery, apresentaram os estudos de modelagem para desestatização da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) elaborados pelo BNDES durante audiência pública. O prazo para envio de contribuições é até o dia 10 de fevereiro. O projeto prevê investimentos de R$ 1,66 bilhão ao do período contratual de concessão de 35 anos, prorrogável por mais cinco. Os investimentos mínimos obrigatórios serão de R$ 60 milhões em recuperação estrutural dos cais e R$ 300 milhões para segregação do acesso a Capuaba. Outro R$ 1,3 bilhão está previsto para aportes em manutenção do serviço portuário ao longo do contrato. A receita da concessionária virá em parte das tarifas, mas também da gestão dessas áreas. A proposta prevê que os R$ 170 milhões da receita atual com áreas cheguem a R$ 710 milhões em 35 anos, enquanto os R$ 70 milhões com tarifas têm potencial de chegar a R$ 400 milhões no fim do contrato. O modelo proposto prevê a cessão onerosa do porto organizado com uma outorga fixa e outra variável, de 7,5% sobre a receita. Sairá vencedor do leilão, que deverá ser realizado este ano, o interessado que oferecer maior ágio sobre a outorga fixa. (Correio Braziliense) Governo do Mato Grosso do Sul firma PPP de esgotamento sanitário com a Aegea: com investimentos estimados em R$ 3,8 bilhões o contrato de PPP da Empresa de Saneamento do Mato Grosso do Sul (Sanesul) com a empresa Aegea foi firmado hoje de manhã. O presidente da Sanesul, Walter Carneiro Junior, e o CEO da Aegea, Radamés Casseb, validaram em evento com a presença do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). A Aegea venceu o certame realizado no ano passado com oferta tarifária de R$ 1,36 por m3 de esgoto – um deságio de 38,46% em relação ao preciso inicialmente fixado pelo edital. O contrato define que não haverá aumento de tarifa durante o período de concessão de 30 anos, que prevê a universalização da coleta e do tratamento do esgoto nos 68 municípios onde a Sanesul atua nos primeiros 10 anos. Do investimento de R$ 3,8 bilhões previsto em contrato, R$ 1 bilhão será revertido para obras de implantação e expansão de sistemas de esgoto. Outros R$ 2,8 bilhões serão empregados na operação e manutenção dos serviços. (Governo do Estado do Mato Grosso do Sul)


Outras notícias

  • O servidor público José Afonso Cosmo Junior será o novo secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações. José Afonso é engenheiro e ingressou na Agência Nacional de satélite. (Estadão)Brasil e tratará de assuntos relacionados a banda larga fixa e móvel, telefonia, fibra óptica e conexão via Telecomunicações (Anatel) em 2007. José Afonso acompanhará o processo de implantação do 5G no

  • O relator do edital do 5G na Anatel, Carlos Baigorri, rechaçou o pedido das operadoras de telecomunicações para que a arrecadação não fosse prioridade no leilão. Segundo ele, a lista de exigências para os vencedores não será alterada, mesmo com a pressão das companhias. “Queremos uma Ferrari para o 5G e não vamos aceitar um Fusca” disse Baigorri. (Estadão)

  • O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a defender a retirada de radares de rodovias federais. "É um assunto que vou levar o Tarcísio de novo para conversar numa live", afirmou. "Era uma festa no Brasil. Tínhamos mais de 8 mil pontos [de radares], conseguimos passar para 2 mil. Eu quero zerar isso daí, porque não deu certo“ afirmou Bolsonaro. (A Notícia do Vale)

  • Cinco municípios do Piauí (Angical, Amarante, Barro Duro, Regeneração e São Pedro do Piauí) firmaram acordo de cooperação técnica com a Superintendênia de Parcerias e Concessões (Suparc) para elaboração de estudos visando a adoção de um modelo de PPP para o saneamento básico nestas cidades. (180 Graus)

  • A empresa chinesa CCCC (China Communications Construction Company) negou interesse em participar do processo de concessão da Cedae. A empresa havia sido citada pelo governo do Rio de Janeiro como potencial interessada no leilão. (Terra)

Painel Infra Mensal




Painel Infra Semanal




Painel Apple




Painel Google



Referências

  • Com recursos, Estado lança Rodoanel de BH e Pampulha (valor.globo.com)

  • ‘Queremos uma Ferrari no 5G, não um Fusca’, diz relator de edital na Anatel - Economia (economia.estadao.com.br)

  • Zema vê com "bons olhos" acordo assinado sobre tragédia de Brumadinho (em.com.br)

  • Técnicos do Governo Federal apresentam na Assembleia Legislativa nova modelagem rodoviária (cgn.inf.br)

  • Ratinho pede retirada da proposta de pedágio entre Cascavel e Toledo (oparana.com.br)

  • Projeto de desestatização da Codesa é tema de audiência pública da Antaq (gov.br)

  • Chinesa citada pelo governo do RJ nega interesse no leilão da Cedae (terra.com.br)

  • Projetos de ferrovias será levado ao congresso pelo Ministério da Infraestrutura, para aprovação (clickpetroleoegas.com.br)

  • Bolsonaro volta a defender retirada de radares de rodovias federais (anoticiadovale.com)

  • Desestatização da Codesa carece de mais segurança jurídica, apontam associações (portosenavios.com.br)

  • Desestatização terá modelo de concessão Landlord (portosenavios.com.br)

  • Investimento em infraestrutura de transporte diminuiu no Brasil, aponta estudo (revistagloborural.globo.com)

  • Leilão da Codesa: empresa terá que construir viaduto de acesso ao porto (agazeta.com.br)

  • Municípios e Suparc assinam acordo para PPP's em saneamento básico (180graus.com)

  • Modelo de privatização da Codesa prevê investimento de R$ 1,66 bilhão (correiobraziliense.com.br)

  • Investimento em infraestrutura de transporte no Brasil vem caindo, mostra levantamento da CNT (portosenavios.com.br)

  • Sanesul firmará Parceria Público Privada para investimento em saneamento no MS (enfoquems.com.br)

  • Com Parceria Público Privado, Sanesul pretente chegar a 100% de rede de esgoto em dez anos (acritica.net)

  • Sanesul assina nesta semana parceria para esgotamento sanitário no interior (jovemsulnews.com.br)

  • Eletrobras, Correios e mais: secretário revela os planos do governo para privatizações (gazetadopovo.com.br)

  • Pedágio renderá amplos debates, diz presidente da Assembleia (cbncuritiba.com)

  • Sanesul assina amanhã parceria com Aegea (oestadoonline.com.br)

  • Cinco municípios firmam acordo de cooperação com Suparc para saneamento básico (180graus.com)

  • Ministério das Comunicações terá novo secretário de Telecomunicações (economia.estadao.com.br)


Copyright © Vallya 2020, Todos os direitos reservados.

Posts recentes

Ver tudo

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 22/04/2021

João Pedro Boskovic Cortez | joao.cortez@vallya.com Alexandre Groszmann | alexandre.gros@vallya.com Destaques do Dia STJ exclui aeroporto de Manaus da 6ª rodada de concessões aeroportuárias: o presid

INFRAESTRUTURA EM DESTQUE - 20/04/2021

João Pedro Boskovic Cortez | joao.cortez@vallya.com Alexandre Groszmann | alexandre.gros@vallya.com Destaques do Dia Reformulação do Painel Semanal permite mais comparações temporais: reformulamos o

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 19/04/2021

João Pedro Boskovic Cortez | joao.cortez@vallya.com Alexandre Groszmann | alexandre.gros@vallya.com Destaques do Dia MPF vai apurar se há irregularidade na concessão da BR-153: após a bancada federal