top of page

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 01/03/2024

Destaques do Dia

01/03/2024

João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com

Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com


Anatel poderá fazer novo leilão de redes móveis em 2025: Na última quarta-feira (28), Vinicius Caram, superintendente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou que um grupo de pelo menos quatro redes de serviços móveis poderá ir a leilão em 2025. Assim, a Anatel poderá antecipar os leilões, uma vez que a tomada de subsídio ainda está em aberto. Isto porque a consulta pública ainda está aberta para obter sugestões sobre as novas redes móveis para o mercado brasileiro. O prazo de envio das contribuições finaliza no dia 25 de março. O mercado espera que mais redes sejam oferecidas para acomodar tecnologias que vão surgir a partir da evolução do padrão da quinta geração (5G). Já está em testes o chamado “5.5G” ou “5G Advanced”, além do6G,comsuaconcepção definida pela indústria. O superintendente disse que ainda não se sabe quanto vai custar as frequências para as operadoras no leilão. “A gente não sabe ainda. A gente não fez o cálculo do valor do espectro. A gente está fazendo essa tomada de subsídio justamente para isso, para saber como o setor quer organizar o uso do espectro”, disse, explicando que é preciso identificar “ecossistema” onde cada rede vai operar. Antes dos leilões, a Anatel costuma mapear como a licença será usada. Isso envolve fazer a projeção da receita ao longo do prazo de contrato e trazer a valor presente, quando define o montante que será cobrado das operadoras na forma de contrapartidas de investimentos. (Valor Econômico)


Estatais do setor de saneamento podem enfrentar dificuldades em cumprir metas: Atualmente, a rede de esgotos do Brasil atende apenas 63% das residências do país, valor muito abaixo da meta de 90% estabelecida pelo Novo Marco do Saneamento, que deverá ser atingida até 2033. Assim, segundo a Agência Fitch Ratings, oito estatais do setor deverão investir R$ 2,2 bilhões entre 2024 e 2026, um aumento de 131% se comparado aos investimentos feitos entre 2020 e 2022, mas os desafios são grandes em virtude da atual infraestrutura em determinadas regiões. Contudo, apesar dos investimentos, os analistas Gustavo Mueller e Leonardo Coutinho apontam que a habilidade em executar grandes investimentos ao mesmo tempo em que preservam índices de alavancagem será um fator crucial de avaliação para essas empresas. A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) e a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) terão desafios moderados para atender às metas de investimentos. A taxa de cobertura em suas concessões é baixa, contudo as empresas dispõem fluxo de caixa e detém eficiência no setor. Enquanto a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) e a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) seriam menos eficientes que seus pares, pois deverão realizar mais investimentos. Assim, os analistas apontam que os balanços podem ser pressionados, resultando em aumento de alavancagem e provável redução na nota de crédito. (Valor Econômico)


Outras notícias


•  Hoje (01), o Governo do Estado do Paraná por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) homologou a licitação referente à pavimentação asfáltica semirrígida da rodovia PR-092, com início em Doutor Ulysses e rumo a Cerro Azul, ambos municípios no estado do Paraná. Os primeiros 180 dias serão dedicados aos projetos, enquanto os outros 540 dias seguintes para a execução da obra. O vencedor da disputa foi o Consórcio Vale do Ribeira, formado pelas empresas Gaissler Moreira Engenharia Civil Ltda, Asphalt Pavimentação Asfáltica Ltda. e Vitis Engenharia Ltda., agora responsável pela realização dos serviços estimados em R$ 56,9 milhões. A próxima etapa será a assinatura do contrato, seguido pela emissão de ordem de serviço e início dos trabalhos. (Agência de Notícias do Paraná)


•   Nessa segunda-feira (26), o Governo do Estado do Rio Grande do Norte anunciou que irá publicar um edital de licitação de obras de restauração de rodovias estaduais. O projeto utilizará recursos garantidos por empréstimo de aproximadamente R$ 1,6 bilhão, após o estado aderir ao Programa de Equilíbrio Fiscal do Governo Federal. As primeiras estradas contempladas pelas futuras intervenções estão localizadas na região Oeste do estado. A primeira parcela do empréstimo já foi liberada, no valor de R$ 428 milhões, que será aplicado exclusivamente à restauração de rodovias. (G1)


 •  Ontem (29), o contrato destinado à pavimentação das ruas de Porto Murtinho (MS), foi publicado no Diário Oficial da União. A empresa vencedora da licitação foi a BTG Empreendimentos Locações e Serviços Ltda, que atualmente possui outros contratos no estado do Mato Grosso do Sul. A empresa também é uma das responsáveis pelas obras na região da rodovia MS-214, na região do ) Pantanal, que neste momento está parada. O contrato firmado tem valor total de R$ 10.342.393,84, dos quais R$ 10 milhões serão obtidos pelo programa de Financiamento da Caixa Econômica Federal. (Midiamax)


Painel Infra Mensal









Posts recentes

Ver tudo

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 19/04/2024

Destaques do Dia 19/04/2024 João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com Governo Federal publica licitação para dragagem no Porto de Ilhéus (

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 18/04/2024

Destaques do Dia 18/04/2024 João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com Governo Federal prepara edital para concessão de rodovias em Minas G

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 17/04/2024

Destaques do Dia 17/04/2024 João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com ANTT realiza audiências públicas referentes à concessão de rodovias

Comments


CONTATO
bottom of page