top of page

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 27/06/2024

Destaques do Dia

27/06/2024

João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com

Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com


Setor logístico se prepara para seca do segundo semestre: Em 2023, uma seca histórica paralisou a passagem de navios no rio Amazonas, assim, em 2024, as indústrias e operadores logísticos já se preparam para uma nova estiagem crítica no segundo semestre deste ano. As medidas de mitigação incluem a antecipação dos estoques pelas empresas e a instalação de novos terminais portuários flutuantes. Neste momento, não é possível avaliar o nível da gravidade da redução dos rios na região. Especialistas afirmam que a adversidade climática terá menor impacto este ano. Assim, o plano é realizar o transbordo nos terminais provisórios que serão montados. Recentemente, o Governo Federal realizou uma licitação para a contratação de uma empresa especializada em dragagem, mas a obra ainda não tem previsão para início. A abertura das propostas do pregão está marcada para 05 de julho. O contrato terá duração de cinco anos e tem como principal objetivo a navegabilidade dos rios amazônicos nos próximos anos, mesmo frente às secas. A logística do Amazonas é essencial para as indústrias da Zona Franca de Manaus e para o abastecimento da população do estado, conectando Manaus a vários portos pelo Brasil. Em 2023, a interrupção do tráfego na hidrovia gerou um custo logístico adicional de R$ 1,4 bilhão. (Valor Econômico


 Governo de São Paulo que aumentar linha 13-Jade até Guarulhos (SP): Nesta quarta-feira (26), o Governo do Estado de São Paulo anunciou a expansão da linha 13-Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) até o centro de Guarulhos, o objetivo é melhorar o acesso ao Aeroporto Internacional de Guarulhos e reduzir os intervalos dos trens. A expansão deverá acontecer através de uma Parceria Público-Privada (PPP), criando seis novas estações, sendo quatro dessas estações localizadas entre o Aeroporto de Guarulhos e o centro do município, outras duas serão localizadas entre a capital e o terminal aeroportuário. Atualmente, a linha 13-Jade opera com intervalos de 20 minutos entre trens na região de Guarulhos. Com as obras, a expectativa é que o intervalo seja reduzido para 15 minutos. Além disso, o serviço Expresso Aeroporto, que hoje opera de hora em hora, passará a funcionar a cada 30 minutos. O governo estadual também planeja outros investimentos na região, entre eles, a operação do “People Mover" aeromóvel, que transportará passageiros da estação Aeroporto-Guarulhos da CPTM até o aeroporto internacional. O serviço está previsto para começar a operar em agosto deste ano. O modal cobrirá a distância de 2,5 km entre a estação e os terminais do aeroporto, atualmente percorrida por ônibus gratuitos fornecidos pela GRU Airport. Este projeto está orçado em R$ 301 milhões, que são subsidiados com recursos da outorga do consórcio AeroGRU. O trem terá partidas a cada quatro minutos, sem custo adicional aos usuários. (Valor Econômico


Indicadores ferroviários indicam redução do nível de atividade em maio de 2024: De acordo com os dados divulgados pela Agência Nacional de Transportes Terrestre (ANTT), no mês de maio, a movimentação nas ferrovias concedidas aumentou em -28,08%, em relação ao mês de abril de 2024.

Concessionárias 

Na mesma base de comparação, os indicadores de movimentação ferroviária apontam redução de atividade para as seguintes concessionárias: Vale (-68,42%), Ferroeste (-4,76%) e FTC (-2,32%). Por outro lado, as concessionárias VLI (12,81%), MRS (8,68%), Rumo (8,42%) e Transnordestina (2,68%) registraram aumento na movimentação. Ao comparar ao mesmo período do ano anterior, foi observada uma variação negativa na movimentação das concessionárias no valor de -38,20%. As concessionárias que apresentaram maior queda foram: Vale (-75,15%), Transnordestina (-4,46%), FTC (-2,42%) e MRS (-1,27%). De outro modo, as concessionárias Rumo (6,30%), Ferroeste (5,56%) e VLI (4,66%) registraram aumento no fluxo de cargas transportadas. No acumulado de 2024, em relação ao mesmo período de 2023, a movimentação ferroviária das concessionárias apresentou retração de -4,35%. Assim, a concessionárias com o menor nível de atividade foi a Vale (-15,99%), seguido pela Ferroeste (-7,13%). Já as concessionárias: MRS (18,94%), Rumo (5,53%), FTC (3,24%), VLI (0,11%) e Transnordestina (0,09%) registraram crescimento no nível de atividade em 2024.

Insumos monitorados 

Em relação ao mês imediatamente anterior, foi identificado comportamento similar ao das concessionárias, ou seja, houve redução de -27,00% na movimentação de insumos. Os produtos com menor movimentação foram: Milho (-100,00%) e Minério de Ferro (-49,02%). Em contrapartida, foi identificado a aumento no transporte dos seguintes produtos: Açúcar (75,48%), Outros (20,76%), Farelo de Soja (6,17%), Contêiner (9,11%), Celulose (1,68%), Soja (1,66%) e Óleo Diesel (1%). Ao comparar ao mesmo período de 2023, os produtos transportados monitorados apresentaram variação negativa de -37,17%. Os seguintes insumos apresentaram redução: Milho (-100%), Minério de Ferro (-58,21%), Óleo Diesel (-13,07%), Celulose (-3,21%) e Outros (-1,85%). Em contrapartida, houve o crescimento na movimentação dos seguintes insumos: Açúcar (19,08%), Contêiner (15,24%), Soja (5,72%) e Farelo de Soja (2,32%). No acumulado do ano anterior, os produtos monitorados tiveram contração de -4,22%. As maiores baixas do ano foram para os seguintes insumos: Milho (-25,51%), Óleo Diesel (-9,08%) e Minério de Ferro (-8,33%). De outra forma, os seguintes insumos apresentam evolução: Açúcar (45,02%), Contêiner (17,32%), Farelo de Soja (5,65%), Celulose (2,22%), Outros (1,64%) e Soja (1,61%).


Outras notícias


  • Ontem (26), o Governo do Estado da Bahia assinou as ordens de serviço para obras de infraestrutura no Centro de Operações e Inteligência (COI) da Secretaria de Segurança Pública (SSP) em Salvador (BA). Assim, foi autorizada a pavimentação asfáltica de 17 km da rodovia BA-161, com investimento de R$ 16,6 milhões, de acordo com o cronograma, a obra terá duração de seis meses. Além disso, foi assinada a ordem para pavimentação primária de 20 km entre o entroncamento da BA161 e Vale Verde, com aporte de R$ 812 mil. Já em Caculé (BA), foi assinada ordem de serviço para ampliação do sistema de abastecimento de água, sob responsabilidade da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), com investimento de R$ 6,2 milhões. (Jornal Foco)   


  • Amanhã (28), o Governo do Estado de São Paulo divulgará os finalistas da oferta prioritária de ações da Companhia de Saneamento Básico de São Paulo (Sabesp), com a Equatorial Energia, a única empresa a apresentar proposta. A Aegea Saneamento, maior empresa de saneamento do país, desistiu da disputa devido a cláusulas restritivas no edital que impedem o acionista de referência de participar de outras concessões em São Paulo e em razão da limitação da compra de ações para se tornar majoritário. A Equatorial Energia, única concorrente, estará classificada para a segunda fase, onde 17% das ações serão oferecidas a investidores. Analistas indicam que a retirada da Aegea representa um sinal negativo, destacando riscos de judicialização e possivelmente forçando o governo a vender ações pelo preço mínimo, similarmente ao ocorrido com a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) no Rio Grande do Sul. (O Globo)  


  • Nessa quarta-feira (26), a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e o Ministério de Portos e Aeroportos assinaram Ordens de Serviço e lançaram licitações para obras no Aeroporto de Itaperuna, no norte do estado do Rio de Janeiro. O projeto visa garantir a regularidade do aeroporto perante a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e aumentar a segurança e a eficiência das operações aeroportuárias, com investimentos de R$ 20 milhões. Em dezembro de 2023, a Infraero recebeu a outorga do aeroporto, assim, realizou levantamentos e ensaios para desenvolver projetos que permitam o aprimoramento do terminal para a realização de operações com aeronaves de porte médio, tal como o modelo ART-72. As obras são fundamentais para o desenvolvimento e geração de empregos na região. (Aeroin)


  • Nessa segunda-feira (26), a companhia elétrica portuguesa EDP anunciou que investirá R$ 4,5 bilhões no segmento de distribuição de energia no Brasil durante o período de 2024 e 2026. A publicação de um decreto pelo governo brasileiro permitirá a renovação dos contratos das concessionárias EDP Espírito Santo e EDP São Paulo, que possuem uma base regulatória de ativos de R$ 7,9 bilhões e atendem mais de 3,8 milhões de consumidores. Ambas as concessões apresentam alta qualidade de serviço e solidez financeira, sendo referências em frequência (FEC) e duração média (DEC) de interrupções. A EDP Espírito Santo, cujo contrato vence em 2025, poderá antecipar a renovação da concessão. A empresa reforça seu compromisso com o investimento estratégico em redes de energia elétrica, conforme seu Plano Estratégico 2024-2026. (CNN Brasil

Painel Infra Mensal










Posts recentes

Ver tudo

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 12/07/2024

Destaques do Dia 12/07/2024 João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com Governo de São Paulo opta revogar a concessão da Linha-15 Prata: Hoj

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 11/07/2024

Destaques do Dia 11/07/2024 João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional assina contra

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 10/07/2024

Destaques do Dia 10/07/2024 João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com Governo Federal investe em infraestrutura de transportes no Acre: O

Comments


CONTATO
bottom of page