INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 19/10/2021

Infraestrutura em Destaque

19/10/2021

João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com

Juan Cabral Cuervo juan.cuervo@vallya.com

Destaques do Dia Pedidos de mineradoras para construção de ferrovias são ampliados no Ministério da Infraestrutura: o Ministério da Infraestrutura recebeu dois novos requerimentos de mineradoras para a construção e operação de ferrovias. Segundo a pasta, foi realizada uma proposta de ferrovia com 100 quilômetros de extensão e R$ 1 bilhão de investimento, para transportar carga de minério de ferro (granéis sólidos) ligando Colatina e Linhares (ES), pela Morro do Pilar Minerais. Além desse pedido, a Brazil Iron Mineração planeja 120 quilômetros na Bahia, entre um terminal ferroviário em Abaíra, e Brumado. Contemplando os novos pedidos protocolados no ministério, chegam a 21 as solicitações para a criação de linhas no país pelo novo modelo de autorização ferroviária lançado em setembro. Ou seja, ao todo são quase R$ 84 bilhões de investimentos e 5,6 mil quilômetros de novos trilhos. As solicitações vão para análise da equipe da Secretaria Nacional de Transportes Terrestres. Quase 15 delas estão na avaliação da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). (Folha) Estudo confirma que a expansão de ferrovias ampliaria a força do agro: as ferrovias podem exercer um papel importante para elevar ainda mais a competitividade do agronegócio brasileiro e ajudá-lo a reduzir suas emissões de gases de efeito estufa, mas a tímida extensão desse modal no país continua a ser um entrave para que os trilhos ameacem a predominância do asfalto no transporte de cargas do setor. Há no Brasil, 6,9 quilômetros de rodovias pavimentadas, além de 0,7 quilômetro de hidrovias economicamente navegáveis para cada quilômetro de ferrovia. Considerando que apenas um terço da malha ferroviária está em operação, a proporção piora ainda mais: para cada quilômetro de ferrovia em operação, existem 21,5 quilômetros de rodovias e 2,24 quilômetros de hidrovias. Estes dados fazem parte de um estudo feito pelos pesquisadores Thiago Péra e José Vicente Caixeta Filho, do Grupo de Extensão e Pesquisa em Logística Agroindustrial da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (EsalqLog). Eles apontam que, além de a malha ser pequena, o índice de concentração em poucas empresas é elevado. O estudo destaca que, desde 2010, as quatro maiores operadoras ferroviárias que trabalham com o agro respondem por mais de 85% das movimentações de cargas do setor. “Esse é um ponto que merece atenção”, diz Péra, “porque pode significar monopólio [em algumas rotas] e tarifas elevadas”. Os produtos mais transportados são açúcar, calcário, celulose, etanol, farelo de soja, fertilizantes, milho, soja e trigo. (Valor) Atualização do Painel Semanal mostra estagnação: Alguns índices em patamares superiores e outros inferiores ao constatado no mesmo período do ano passado, porém podemos notar que não retomamos a normalidade, como se observa ao comparar com o mesmo período de 2019. Os dados são da 3ª semana de outubro, descritos abaixo: ONS: o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) aferiu crescimento de + 2,0% para Carga de Energia, além de quedas de - 7,8% na Geração de Energia e de – 0,2%% na Demanda Máxima Horária na terceira semana de outubro de 2021 em comparação com o mesmo período do ano passado. Se comparado a 2019, o resultado é de crescimento de + 0,8% para Carga de Energia e + 1,5% na Demanda Máxima Horária, além da queda de expressivos – 8,8% na Geração de Energia. Rodovias: a CCR registrou queda na movimentação de veículos de – 1,3% durante a terceira semana de outubro de 2021, quando comparado ao mesmo período do ano passado. Se comparado ao período equivalente de 2019, a CCR teve queda de – 3,7%, com quedas dos veículos de passeio (-5,2%) e dos comerciais (-2,3%). CCR Mobilidade Urbana: registrou crescimento na movimentação de passageiros de + 19,0% durante a terceira semana de outubro de 2021, quando comparado ao mesmo período do ano passado. Em relação ao período equivalente de 2019, a CCR Mobilidade teve queda de – 46,7%. CCR Aeroportos: registrou crescimento na movimentação de passageiros de + 110,6% durante a terceira semana de outubro de 2021, quando comparado ao mesmo período do ano passado. Em relaçlão ao período equivalente de 2019, a CCR Aeroportos teve queda de – 30,8%.

Outras notícias

  • O Governo do Brasil, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional iniciou ontem (18), a Jornada das Águas com ações para levar água às regiões mais secas. Na cidade onde está localizada a nascente histórica do Rio São Francisco, São Roque de Minas (MG). O Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, participaram do evento. A jornada passará pelos nove estados da região Nordeste onde o Ministério do Desenvolvimento Regional fará anúncios e entregas de obras de infraestrutura, preservação e recuperação de nascentes e cursos d’água, saneamento, irrigação, além de apoio ao setor produtivo e aos municípios. Neste primeiro dia houve o anúncio de R$ 5,8 bilhões para a revitalização de bacias com recursos vindos da Lei de Capitalização da Eletrobras. Foi lançado o Edital de Chamamento Público da Barragem de Jequitaí e destinados R$ 20 milhões para obras complementares. (Governo Federal)

Painel Infra Mensal

Painel Infra Mensal

Painel Semanal

Painel Apple


Painel Google



Copyright © Vallya 2021, Todos os direitos reservados.

Posts recentes

Ver tudo

Infraestrutura em Destaque 25/11/2022 Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Destaques do Dia TCU aprova processo de concessão do Par

Infraestrutura em Destaque 24/11/2022 Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Destaques do Dia DNIT abre licitação de obras de sinaliza

Infraestrutura em Destaque 23/11/2022 Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Destaques do Dia Edital de concessão do Cais Mauá passa p