INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 07/11/2022

Infraestrutura em Destaque

07/11/2022

Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com

João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com

Destaques do Dia Estado do Mato Grosso do Sul irá leiloar três trechos de rodovias: Hoje (07), as propostas para a administração do sistema rodoviário, composto pela rodovia estadual MS-112 e trechos das rodovias federais BR-158 e BR-436, no Estado do Mato Grosso do Sul, começaram a ser recebidas na sede da B3, a bolsa de valores Brasil. Ao todo, 412,4 km de estradas, incluindo 3,8 Km da ponte rodoferroviária, serão concedidas à iniciativa privada. De acordo com o edital, a modalidade da licitação será a concessão comum. Onde o futuro gestor deverá executar serviços de recuperação, operação, manutenção, conservação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade do sistema rodoviário. O investimento no sistema rodoviário deverá superar R$ 3,44 bilhões, onde se estima R$ 1,86 bilhão de CAPEX e R$ 1,60 bilhão de OPEX, durante os 30 anos de operação. A expectativa é que mais de 230 mil habitantes da região sejam beneficiados. Durante a execução do projeto, um total de 2,5 mil empregos diretos e indiretos devem ser gerados. Está previsto a inserção de seis pontos de pedágios nos trechos que serão concedidos. Os detalhes do certame podem ser conferidos no edital, que está disponível no site do Escritório de Parcerias Estratégias (EPE) do Governo do Estado. O leilão de concessão das rodovias estaduais acontecerá na próxima quinta-feira (10), na sede da B3, em uma sessão pública às 14h. (Midiamax) TCU encontra divergências em processo licitatório das Rodovias Integradas do Paraná: O Tribunal de Contas da União (TCU) avaliou o processo de concessão dos lotes 1 e 2 das Rodovias Integradas do Paraná (PR Vias), que foi iniciado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). O objetivo do projeto é conectar o sistema rodoviário do Porto de Paranaguá à região metropolitana de Curitiba (PR), que é formada por 29 municípios, onde há mais de 3,5 milhões de habitantes. Os investimentos estimados são de aproximadamente de R$ 19,1 bilhões, além de R$ 8,3 bilhões em custos e despesas operacionais, durante os 30 anos de vigência do projeto. Segundo a avaliação do TCU, nos estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental (EVTEA) foi diagnosticada a necessidade de alteração metodológica na definição das características geométricas das rodovias. Já na análise de contrato e anexos, foram identificadas inconsistências e oportunidades de melhoria, as quais devem ser corrigidas pela ANTT antes do edital oficial da licitação. Em resumo, a metodologia estipulada possivelmente não terá êxito considerando os montantes envolvidos e as possíveis dificuldades de natureza técnica, ambiental e legal. Portanto, o TCU emitiu recomendações e determinações para garantir a efetividade dos incentivos para o alinhamento de interesses entre as partes. Algumas definições de conceitos, cláusulas contratuais e enquadramento de obras e serviços de engenharia, deverão ser alterados. (A Rede) Atualização do painel mensal mostra crescimento na movimentação rodoviária em setembro de 2022: De acordo com os dados publicados pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), a movimentação rodoviária no mês setembro apresentou crescimento. Segundo os índices que mensuram o fluxo pedagiado de veículos nas estradas concedidas, identificou-se o aumento de +3,49% no total de veículos, em setembro de 2022 comparado a setembro de 2021. Houve aumento no fluxo de veículos leves (+3,78%) e veículos pesados (+2,65%). Quando comparado ao mesmo período de 2020, o índice apresentou crescimento expressivo no fluxo de total de veículos (+5,76%), com aumento de +6,98% no fluxo de veículos leves e +2,41% no fluxo de veículos pesados.

Outras notícias

  • A Prefeitura do Recife (PE) abriu uma consulta pública referente à concessão de quatro parques urbanos: (i) Jaqueira, (ii) Santana, (iii) Macaxeira e, (iv) Dona Lindu. A população poderá contribuir com sugestões a respeito do projeto até o dia 09 de dezembro. A estimativa é que os investimentos ultrapassam R$ 550 milhões, durante os 30 anos do contrato. O acesso e o uso por parte da população permanecerão gratuitos, respeitando as leis municipais. As sugestões deverão ser enviadas à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI) pelo site da secretaria. (CBN Recife)

  • No último sábado (05), a concessão de naming rights da estação Praça da Árvore, na linha Azul, do Metrô de São Paulo não obteve sucesso, conforme a ata da sessão pública disponível no site da operadora. A única participante, a Digital Sports Multimedia LTDA (DSM), ofereceu R$ 60 mil ao mês, mas a proposta não foi aceita pela operadora. Neste momento, a empresa já concedeu os nomes das estações Carrão, Penha, Saúde e Clínicas. O projeto “naming rights” é uma forma de ampliar as receitas sem aumentar o valor das tarifas. (Viatrolebus)

Painel Infra Mensal

Painel Infra Mensal

Copyright © Vallya 2022, Todos os direitos reservados.

Posts recentes

Ver tudo

Infraestrutura em Destaque 08/12/2022 Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Destaques do Dia Câmara dos Deputados vota em projeto de

Infraestrutura em Destaque 07/12/2022 Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Destaques do Dia Leilão para revitalização do Cais Mauá s

Infraestrutura em Destaque 06/12/2022 Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Destaques do Dia Concessão da MS-112 e de trechos da BR-1