top of page

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 03/07/2024

Destaques do Dia

03/07/2024

João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com

Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com


Governo Federal investe R$ 2,6 bilhões em Feira de Santana (BA): Nessa segunda-feira (01), o Governo Federal, por meio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o governador Jerônimo Rodrigues (PT), entregou a obra de duplicação da rodovia BR-116, trecho entre Feira de Santana e Santa Bárbara, representa um investimento de R$ 467,2 milhões e visa melhorar a mobilidade e segurança na região. O objetivo das licitações e autorizações anunciadas é acelerar políticas públicas e retomar programas sociais e de infraestrutura interrompidos nos últimos anos. Além da duplicação BR-116, foram anunciados novos investimentos totalizando mais de R$ 2,8 bilhões. Entre eles, a continuidade da duplicação da BR-116, abrangendo uma nova faixa de 53,2 km entre Santa Bárbara e Serrinha. Também foi autorizada a licitação para duplicar 7,2 km do Contorno Leste de Feira de Santana (Rodoanel) com um orçamento de R$ 190 milhões, além de 83 km da BR-101 com um investimento de R$ 428,7 milhões. O pacote de ações autorizadas pelo chefe do Executivo nacional também inclui uma ordem de serviço dos remanescentes da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL 2), que vai de Bom Jesus da Lapa a São Desidério, ambos na Bahia. Ao todo serão 137 km de extensão ao custo de R$ 365 milhões, a cargo do Ministério dos Transportes. (Bahia .Ba)


Prefeitura de Campo Grande (MS) licita obra de construção de Hospital Municipal: A Prefeitura Municipal de Campo Grande (MS) realizará a abertura da licitação para a construção do Hospital Municipal no dia 27 de setembro deste ano. O edital estipula que a empresa vencedora deverá investir R$ 297,3 milhões para construir, equipar e mobiliar a unidade de saúde, recebendo um retorno de R$ 5,1 milhões por mês. Ocontrato de concessão será de 20 anos, o grupo vencedor poderá faturar R$ 1,2 bilhão. A previsão é que as obras sejam concluídas em 360 dias, sendo a obtenção das licenças de construção e ambiental a parte mais complexa do projeto, de acordo com os idealizadores da proposta. Os custos da obra baseiam-se na ampliação dos hospitais de Ribas do Rio Pardo (R$ 15.637,38/m²) e de Serra, no Espírito Santo (R$ 12.931,02/m²). A equipe da prefeitura também considerou o custo por metro quadrado do Hospital Regional de Dourados (R$ 11.143,56) e do Hospital do Paraná em Maringá (R$ 13.002,20). Assim, o valor médio das obras é de aproximadamente R$ 14.171,74/m², de acordo com o edital. Segundo o projeto inicial, o hospital terá 259 leitos, dos quais 49 serão de pronto atendimento, 20 de CTI (10 pediátricos e 10 adultos) e 190 leitos de enfermaria (60 pediátricos, 60 adultos masculinos e 70 adultos femininos). Haverá uma UTI para adultos e pediátrica, 10 salas de cirurgia, 53 consultórios e 19 salas de exame, incluindo diversos tipos de diagnósticos. O equipamento terá quatro pavimentos, em uma área de 14.914 m² com estacionamento de 225 vagas. (O Jacaré)


Outras notícias


  • O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade de Minas Gerais (Seinfra) e do Instituto Estadual de Florestas (IEF), iniciou um roadshow para investidores interessados na concessão dos serviços de visitação da APA Estadual Parque Fernão Dias. A Unidade de Conservação (UC) está localizada entre os municípios mineiros de Betim e Contagem, é uma das áreas verdes mais visitadas do estado. O projeto de concessão, aberto para consulta pública até 19 deste mês, envolve um investimento de R$ 13 milhões ao longo de 30 anos, considerando melhorias nas instalações, ampliação de estruturas e acessibilidade, além da geração decerca de 625 empregos indiretos. A audiência pública será realizada amanhã (04), às 15h, na sala Multimeios da PUC Contagem, com transmissão pelo YouTube Meio Ambiente. Os estudos de viabilidade foram realizados pelo Consórcio Parques Estaduais de Minas Gerais, com apoio do Instituto Semeia e outras secretarias estaduais. (Gazeta de Virginia)


  • A estatal Infra S.A. desclassificou o consórcio MK-KL, o quarto concorrente na licitação para a elaboração do projeto básico e executivo do trecho pernambucano da ferrovia Transnordestina, que conecta o município de Salgueiro (PE) ao Porto de Suape. O consórcio havia proposto um orçamento de R$ 19,8 milhões. A Geosistemas Engenharia e Planejamento LTDA, que ofertou o menor valor de R$ 12,4 milhões, foi desclassificada em 10 de junho por não cumprir os requisitos técnicos. O consórcio Estratégica Engenharia e Prosul, com um preço de R$ 15,2 milhões, e o consórcio Nerk, com R$ 16,4 milhões, também foram desclassificados por problemas de documentação. Agora, a Engespro Engenharia, que apresentou o quinto maior valor de R$ 19,9 milhões, terá sua documentação avaliada pela comissão de licitação. Este processo prolonga a paralisação das obras da Transnordestina, suspensas desde 2016, com um investimento estimado de R$ 5 bilhões necessário para conclusão.  (Blog do RA)


  • No início da semana (01), a Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú (SC) lançou o edital de licitação do projeto de Macrodrenagem da Praia Central. A obra complementa a reestruturação da praia, visa proteger o aterro feito em 2021 e mitigar problemas de escoamento de águas pluviais durante chuvas fortes, evitando alagamentos na orla. O projeto inclui a construção de uma galeria de 2,4 km de extensão, com 3 metros de largura e altura variando entre 1,5 e 2 metros. A obra está estimada em R$ 32 milhões, dos quais R$ 12 milhões serão destinados à execução das obras e R$ 20 milhões para aquisição de aduelas de concreto pré-moldadas. As intervenções deverão ser concluídas em 12 meses. O projeto faz parte de um estudo de bacias contributivas de 7 km² e será dividido em duas grandes. A licitação prevê que a entrega dos documentos e a realização do leilão ocorrerão ainda este ano. (BC Notícias)  


  • Nessa segunda-feira (01), a Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) e a Prefeitura Municipal de Ourinhos (SP) assinaram um contrato de concessão dos serviços de água e esgoto com o Consórcio Ourinhos Saneamento, formado pelas empresa Traçado Construções e a GS Inima. O contrato terá duração de 30 anos, envolve uma outorga de R$ 277,5 milhões, dos quais 50% será pago em 15 dias e o restante até novembro deste ano. Estima-se que o projeto deve gerar 150 empregos diretos e 600 indiretos. (Jornal Bom Dia)


Painel Infra Mensal










Posts recentes

Ver tudo

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 12/07/2024

Destaques do Dia 12/07/2024 João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com Governo de São Paulo opta revogar a concessão da Linha-15 Prata: Hoj

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 11/07/2024

Destaques do Dia 11/07/2024 João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional assina contra

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 10/07/2024

Destaques do Dia 10/07/2024 João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Alan da Mota Penteado Rafaini alan.rafaini@vallya.com Governo Federal investe em infraestrutura de transportes no Acre: O

Коментарі


CONTATO
bottom of page