Concessões rodoviárias e coronavírus

Atualizado: 5 de Mai de 2020

Matheus Villar Ejima, sócio da Vallya, em conjunto com Joaquim Augusto Melo de Queiroz, sócio do Fialdini Einsfeld Advogados, destacam a necessidade de uma ação coordenada, efetiva e juridicamente robusta para renegociação contratual no setor de concessões rodoviárias, frente aos impactos econômicos do COVID-19 nas concessões vigentes, neste artigo publicado no Estadão. O processo de reequilíbrio econômico-financeiro é uma ferramenta técnica e imparcial, necessária para garantir a segurança jurídica dos contratos administrativos com investimentos previstos ao longo da sua vigência, além da própria continuidade destes serviços para o cidadão. A Vallya tem atuação destacada neste tipo de atividade, trabalhando junto a diversas concessionárias de todos os segmentos, tendo aprovado nos últimos meses mais de R$ 300,0 milhões em revisões extraordinárias de contrato.


Leia a matéria na íntegra.



Posts recentes

Ver tudo

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 02/08/2021

João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Vitor Beserra Landim vitor.landim@vallya.com Destaques do Dia Leilão de Aeroporto da Pampulha tem lance mínimo de R$9,8 mi e ao menos três interess

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 30/07/2021

João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Vitor Beserra Landim vitor.landim@vallya.com Destaques do Dia Com leilão previsto para 2022, Santos Dumont prevê investimentos de R$ 1,3 bi: o consó

INFRAESTRUTURA EM DESTAQUE - 29/07/2021

João Pedro Boskovic Cortez joao.cortez@vallya.com Vitor Beserra Landim vitor.landim@vallya.com Destaques do Dia TCU aprova a concessão da BR-262 e da BR-381: o Tribunal de Contas da União (TCU) apro